JUSTIÇA FEDERAL RECUPERA R$ 250 MILHÕES PARA APOSENTADOS



Publicado

Ricardo Paiva

Autor

Luísa Borges Pontes

Fotos

Data de Publicação

23/03/2017

Facebook

Twitter


Ontem, terça-feira, dia 21 de março, em solenidade realizada no Plenário do Tribunal Regional Federal da 2a Região, Presidida pelo Desembargador Federal Poul Erik Dyrlund, e por decisão do juiz federal Marcelo Bretas da 7a Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, foram destinados cerca de R$ 250.000.000,00 para o pagamento do 13° salário atrasado de 147.000 servidores estaduais.

Assinaram o termo o Presidente do TRF2, o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, o Procurador-Geral do Estado do Rio de Janeiro, e os integrantes da força tarefa da Lava-Jato Rio, do Ministério Público Federal, da Polícia Federal e da Receita Federal.

O Presidente da AJUFERJES, Fabrício Fernandes de Castro, o Diretor-Tesoureiro, Walner de Almeida Pinto, e o Diretor da ESMAFE, Wilson Witzel, e a Conselheira Fiscal, Wanessa Molinaro, prestigiaram o ato, juntamente com os integrantes da FRENTAS - RIO, Renata Gil, AMAERJ, Aílton José da Silva AMPM, Ronaldo da Silva Callado, AMATRA I e Eduardo Fernandes, AJUFE.

"Este é um marco histórico para a Justiça Federal e para o Brasil, pois desmistifica a afirmação de que a Justiça criminal atinge somente os pobres. A Justiça Federal deu hoje um sinal claro de que a corrupção não compensa, independente da classe social ou da influência política".